O Beato Antônio de Categeró, nas Procissões de Cinzas, da OTF, de Salvador/BA e demais Estados

Não existem notícias sobre terem ocorrido, nas procissões de cinzas, da Ordem Terceira Franciscana, na Bahia, desfile do andor do Beato Antônio de Categeró. Não há informação que confirme a presença de seu andor. Esse é um fato bastante singular e que causa certa estranheza. Ora, o Beato Antônio de Categeró era um  dos andores, dos santos terceiros integrantes do cortejo da procissão de cinzas. Isso não seria algo particular, ao contrário, era algo necessário, ou seja, não dispensável, na existência de qualquer uma dessas procissões. Esta era a norma para todas as procissões cinzas. E, tal normatização, à época, nos fornece uma variável de controle, que facilita em muito essa pesquisa. As imagens mais tradicionais e conhecidas, de Santos Terceiros Franciscanos, eram bem elaboradas. Algumas até esculpidas, mas a grande maioria delas, eram compostas de santos de vestir ou de roca, diferenciados pela capacidade de articulação, das partes do corpo no segundo. E, as duas situações são muito peculiares e têm tecnologias inconfundíveis, principalmente, na formatação iconográfica de um franciscano negro, com esplendor (dourado ou prateado), uma cruz nas mãos, e uma batina, normalmente, muito rústica de marrom escuro ou preto, com ou sem articulações internas ou para ficar escorado. Assim, como são as mãos, com punhos ou antebraços, os pés, com toco de perna, até o calcanhar e, a cabeça, com pequeno pescoço. Todas essas peças feitas em madeira ou um tipo de porcelanato antigo. Isso torna inconfundível, essa figura, um tanto lúgubre, só agradável para quem a ela, tenha devoção.

 Talvez, seja importante delimitar, alguns pressupostos de uma disfunção sistêmica, da participação do beato, nessas procissões, com ocorrência, não somente na Bahia. Então, vamos inciar ao contrário. Vamos falar de procissões onde existem, informações bibliográficas suficientes, de que o Beato de Categeró tenha desfilado.
Lisboa – No final do século XVIII, o sacerdote sueco Carl Israel Ruders presenciou em uma das mais importantes procissões do calendário festivo de Lisboa, o desfile de um Santo Antônio Negro. Santo Antônio de Noto, (Categeró).

Baia do Lobos/Ilha da Madeira – Procissão que ocorre, ainda hoje, onde o Beato Antônio de Categeró é um Santo de Roca. Nessa ilha portuguesa, as imagens, fora do tempo processional, ficam com famílias da igreja, como tradição que existiu no final da idade média. VEJA NESTE LINK 

Recite/PE –  Estou tentando resgatar uma informação de categeró, na procissão de cinzas,  dessa igreja. Das minhas primeiras pesquisas há bem mais de dez anos. Mas, é importante o soneto do irmão terceiro, Gregógio de Matos, o poeta da “Boca maldita”, nesse soneto fala de seis andores. Eu encontrei Categeró em um deles e nessa igreja existe um Categeró, que deve ser santo de vestir.

Itu/SP – Em 1789 foram adquiridas as imagens (inclusive Categeró); vai ter sua primeira edição  em 1809;  Sendo sua última referência de ter ocorrido em 1961. A imagem de Categeró está em destacado espaço na igreja de São Benedito, com a maioria das imagens da OTF, que desfilavam. Duas questões curiosas, sobre Itu: Categeró está citado, como a primeira imagem de santo terceiro; segundo, apesar de ser um franciscano da primeira ordem, São Benedito (sem o menino Jesus no colo) é o quinto andor. Livro a”A paixão, segundo Itu” de Luís Robertos de Francisco. 

Rio de Janeiro/RJ –  O quinto andor exibia a imagem de Santo Antônio de Noto, (Categeró) Séc XVI e XVII. A tradicional Procissão de Cinzas, no Rio de Janeiro, em seu dispositivo era composta pelos membros mais abastados e influentes da sociedade carioca. (DEBRET, 1839, p. 373-374).  Obs.: a imagem que desfilava, se existe, não é no Museu, com as demais imagens da Procissão de Cinzas carioca, que se encontra. Não entendo como uma instituíção do nível do Museu de Santo Antônio, apresente um São Vivaldo, denominado de Categeró.  Mas, vamos encontrar.  Há uma obsequiosa negação de Categeró pelos  franciscanos cariocas.

São Paulo/SP – Existe referências sobre desfile da Procissão de Cinzas na Capital paulista. em 1687, a primeira edição; Mas, nenhuma citação a ter sido visto, o andor do Beato Antônio de Categeró, nesse desfile. É esplendorosa a imagem de vestir, da igreja São Francisco dos irmãos terceiros franciscanos de São Paulo, sendo um altar destacado da igreja com a grande imagem. Todavia, não há referências sobre ela ter desfilado, nas procissões OTF, alguma vez. 

Salvador/BA – Existe referências sobre desfile da Procissão de Cinzas. Na primeira fase de 1649 até 1768; Mais alguns anos na segunda fase, Mas, nenhuma citação a ter sido visto, o andor do Beato Antônio de Categeró, nesse desfile. Não existe a imagem do Beato Antônio de Categeró, no museu da igreja da ordem terceira franciscana de Salvador. Há uma obsequiosa negação de Categeró pelos  franciscanos baianos que se inicia em 1699 e se agudiza entre 1764 ou 1768.

Garantidamente, outras procissões de cinzas ocorreram no Interior da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e, principalmente, em Minas Gerais, as quais serão creditadas com ou sem o andor do Beato Antônio de Categeró. Também, conhecido pelas denominações: de Noto, Catalagerona, Catagerona e Categerona. Estas últimas denominações em Minas Gerais.

Outra visão esclarecedora, pode ser encontrada, pela comparação das diversas imagens, tipo santo de vestir ou de roca, não só existentes em igrejas dos Estados fundacionais do catolicismo brasileiro, mas em outras paróquias do período colonial, pós colonial. Essa discussão, não é só da igreja Matriz de São Pedro, mas está posta aqui, pela qualidade de fontes primárias,  que são encontradas para esse estudo. Passando, juntamente, com a chegada do Beato Antônio de Categeró, pelos Jesuítas, em São Paulo, no anos de 1590. Mas, em Estados como Espírito Santo, Santa Catarina, Paraíba e outros. As fontes, são as colunas basilares para descortinarmos esse precioso patrimônio histórico, injustiçado ou adormecido, do catolicismo de nosso país.

 

URL curta: http://categero.org.br/?p=12716

Publicado por em out 18 2017. Arquivado em - Adm. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Comentários e pings estão desabilitados.

Os comentários estão desabilitados!

Imagens

120x600 ad code [Inner pages]
CATEGERÓS NA EUROPA Por Laboratorio Web